Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Resposta DIRETA’ Category

Nicholas Trebat 

 Em qualquer debate sobre teoria econômica, é preciso que as hipóteses estejam claras para que as pessoas, a maioria não-economistas, possam tirar as suas próprias conclusões. O debate sobre a teoria do “non-accelerating inflation rate of unemployment (taxa de desemprego não-aceleracionista da inflação, ou “NAIRU” na sigla em inglês), recentemente defendida pelo economista Alexandre Schwartsman (Folha de São Paulo, 8 de agosto, 2007), não constitui uma exceção a essa regra. (mais…)

Read Full Post »

Nick Trebat 

Nos cadernos econômicos dos grandes jornais brasileiros, é freqüentemente divulgada a opinião de que o principal problema da economia brasileira é o tamanho do setor público, principalmente o governo federal, que desperdiça dinheiro em programas sociais desnecessários e mantém um exército de funcionários públicos que não faz nada, ao não ser roubar dinheiro dos “contribuintes”.

(mais…)

Read Full Post »

Ricardo Summa

 Em recente debate publicado na Folha de São Paulo, Alexandre Schwartsman polemiza com Lima a respeito da validade do conceito de NAIRU (sigla em inglês para taxa de desemprego não-aceleradora da inflação) e dos mecanismos tradicionais de controle de inflação.  

Schwartsman começa seu texto “Ousando dizer seu nome (FSP, 08/08/2007)” com uma provocação ao seu debatedor: “Não tenho como hábito responder a pessoas com problemas para soletrar”. A fixação pela capacidade de soletrar me remete àqueles filmes norte-americanos de sessão da tarde, de concursos de soletrar, e deve ter sido adquirida por Schwartsman quando lá fez seu PhD. Mas Schwartsman parece ter trazido dos EUA mais do que hábitos estranhos, infelizmente. Trouxe teorias que soam tão estranhas quando verificadas à luz dos dados brasileiros quanto sua fixação por habilidades de soletrar. Mais que isso, a provocação carece de sentido quando se trata de um debate escrito, o que, já no nível do sarcasmo, demonstra a total falta de senso de Schwartsman com o mundo real. Afinal, na atividade acadêmica, pouco importa a capacidade de soletrar, mas sim é vital a capacidade de leitura e reflexão crítica. Aí está o maior defeito de Schwartsman, que parece não ter lido e refletido sobre alguns conceitos e documentos. Vamos a eles.

(mais…)

Read Full Post »