Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \27\UTC 2007

A política fiscal no Brasil pós-1998 tem tido como objetivo único a redução da relação Dívida Pública/PIB. Os responsáveis pela política econômica defendem que com isso o país alcançará a estabilidade macroeconômica, atingindo o grau de investimento, conceito dado pelas agências internacionais de rating que avaliam a qualidade do crédito de um emissor de dívida, o que possibilitaria ao país atrair mais investimentos estrangeiros.

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Nicholas Trebat 

 Em qualquer debate sobre teoria econômica, é preciso que as hipóteses estejam claras para que as pessoas, a maioria não-economistas, possam tirar as suas próprias conclusões. O debate sobre a teoria do “non-accelerating inflation rate of unemployment (taxa de desemprego não-aceleracionista da inflação, ou “NAIRU” na sigla em inglês), recentemente defendida pelo economista Alexandre Schwartsman (Folha de São Paulo, 8 de agosto, 2007), não constitui uma exceção a essa regra. (mais…)

Read Full Post »

    No presente artigo Bruno Santos mostra, através de dados, que a atual política econômica argentina, implementada no início do governo Kirchner vem apresentando excelentes resultados para o crescimento do PIB e do emprego e uma situação externa confortável, sem causar  aceleração inflacionária. O autor contrapõe esses resultados ao discurso  ortodoxo, evidenciando neste último, a ausência de uma análise lógica das evidências históricas. (mais…)

Read Full Post »

É muito comum ouvir, em tom catastrófico, que a carga tributária no Brasil é alta, que ela é uma das causas do baixo crescimento do produto, entre outras afirmações. Mas uma análise mais detalhada deve levar em conta tanto a questão da distribuição da carga tributária por parte do Estado, quanto a comparação com a situação da carga tributária de outros países no mundo.

(mais…)

Read Full Post »